Fatores de risco que contribuem para a ocorrência da gravidez na adolescência: revisão integrativa da literatura

Ana Caroline Araujo Silva, Magna Santos Andrade, Rudval Souza da Silva, Taiana Jambeiro Evangelista, Isaiane Santos Bittencourt, Gilvânia Patrícia do Nascimento Paixão

Resumen


Introdução: A gravidez na adolescência é considerada um relevante problema de saúde pública, em virtude da alta prevalência em todo o país. A ocorrência de uma gravidez não planejada desestabiliza a vida dos jovens e acarreta sérias consequências econômicas e sociais, além de possíveis complicações para a mãe e o feto. O presente estudo tem como objetivo descrever os fatores de risco que contribuem para a ocorrência da gravidez na adolescência, a partir de produções científicas brasileiras. Materiais e Métodos: Tratase de um estudo descritivo de revisão integrativa da literatura, desenvolvido a partir de produções científicas identificadas na Biblioteca Virtual de Saúde (BVS). A amostra do estudo foi composta de 11 artigos da SCIELO e 19 da LILACS, os quais respondiam aos objetivos do estudo. Após leitura na íntegra, restou uma amostra final de 10 artigos, os quais respondiam de forma explícita, em seus resultados, as evidencias acerca dos fatores de riscos que contribuem para a ocorrência da gravidez na adolescência. Resultados: A baixa escolaridade das adolescentes, a idade precoce para a primeira relação sexual, baixas condições socioeconômicas, o não uso de métodos contraceptivos, história materna de gestação na adolescência e falta de orientação sexual foram alguns dos resultados evidenciados como fatores de risco para uma gestação precoce, identificados a partir dos estudos analisados. Discussão e Conclusões: O estudo pode contribuir com novas discussões sobre as políticas públicas de saúde que atendam as necesidades dos jovens, além de sensibilizar os pais, escolas, sociedade e instituições de saúde, possibilitando a reflexão sobre u os diversos papéis frente à orientação dos adolescentes, de modo a intervir sobre os fatores de riscos para a gravidez precoce, por conseguinte o número de adolescentes grávidas e os indicadores de morbimortalidade decorrente deste relevante problema de saúde pública. (Rev Cuid 2013; 4(1): 531-9).

Palavras chave: Gravidez na Adolescência, Fatores de Risco, Anticoncepção. (Fonte: DeCS BIREME).


Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Copyright (c) 2015 Revista CUIDARTE