Custos da busca pelo diagnóstico da tuberculose: impacto na economia familiar

Resumen

Introdução: A tuberculose persiste como um grave problema de saúde pública, o diagnóstico e tratamento ocasiona dificuldade econômica ao cuidado, pois determina relevantes custos ao doente e à família, assim o objetivo foi estimar custos da busca pelo diagnóstico da tuberculose para sintomáticos respiratórios e seus familiares em um Centro de Saúde Escola em Belém, Pará. Materiais e Métodos: Estudo quantitativo, transversal, com 40 sintomáticos respiratórios. Utilizado instrumento de coleta de dados socioeconômicos e custos do diagnóstico da doença. Análise descritiva, com distribuição de frequências e medidas sumárias de médias e desvio padrão e testes qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Resultados: Houve redução das horas de trabalho/dia após o aparecimento dos sintomas respiratórios e perda do emprego em 20%, repercutindo em redução média da renda. Os custos diretos e indiretos foram responsáveis pela perda de 1 a 20% da renda familiar. Discussão: Demonstrando que a busca pelo diagnóstico da tuberculose sobrecarrega os orçamentos familiares, com isso pode haver a demora em procurar os serviços de saúde. Conclusão: A busca pelo diagnóstico de tuberculose representa ônus importante para pacientes e familiares. A doença é ligada a vulnerabilidade socioeconômica, embora as ações para diagnóstico sejam ofertadas na rede pública, os custos recaem sobre as famílias.

Como citar este artigo: Ferreira ALS, Nogueira LMV, Sá AMM, Ozela CS. Custos da busca pelo diagnóstico da tuberculose: impacto na economia familiar. Rev Cuid. 2018; 9(3): 2400-12. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v9i3.536

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Ana Lúcia da Silva Ferreira, Universidade do Estado do Pará, Faculdade Metropolitana da Amazônia. Pará, Belém, Brasil.
Mestre em Enfermagem. Enfermeira do Centro de Saúde Escola da Universidade do Estado do Pará e Docente na Faculdade Metropolitana da Amazônia. Pará, Belém, Brasil. 
Laura Maria Vidal Nogueira, Universidade do Estado do Pará. Pará, Belém, Brasil.
Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento de Enfermagem Comunitária da Universidade do Estado do Pará. Docente Permanente do Programa de Mestrado Associado em Enfermagem, Universidade do Estado do Pará. Líder do Grupo de Estudos de Agravos em Populações Tradicionais da Amazônia. Pará, Belém, Brasil. 
Antônia Margareth Moita Sá, Universidade do Estado do Pará. Pará, Belém, Brasil.
Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto do Departamento de Enfermagem Comunitária da Universidade do Estado do Pará. Docente Permanente do Programa de Mestrado Associado em Enfermagem, Universidade do Estado do Pará e do Mestrado Profissional de Ensino em Saúde na Amazônia, Universidade do Estado do Pará. Líder do Grupo Interdisciplinar de Pesquisas em Saúde Coletiva e controle de Endemias na Amazônia. Pará, Belém, Brasil. 
Claudia dos Santos Ozela, Universidade do Estado do Pará e Faculdade Metropolitana da Amazônia. Pará, Belém, Brasil.
Mestre em Enfermagem. Docente da Universidade do Estado do Pará e Faculdade Metropolitana da Amazônia. Pará, Belém, Brasil.

Citas

Souza E, Barbosa E, Rodrigues I, Nogueira L. Prevenção e controle da tuberculose: revisão integrativa da literatura. Rev Cuid. 2015; 6(2): 1094-102. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v6i2.178

World Health Organization. Global tuberculosis report 2016.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico 2015. Indicadores prioritários para o monitoramento do Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose como Problema de Saúde Pública no Brasil. Boletim Epidemiológico. 2017; 48(8): 1-11.

Steffen R, Menzies D, Oxlade O, Pinto M, de Castro AZ, Monteiro P, et al.Patients’ costs and cost-effectiveness of tuberculosis treatment in DOTS and Non-DOTS facilities in Rio de Janeiro, Brazil. PLoS ONE. 2010; 5(1): e14014. https://doi.org/10.1371/journal.p one.0014014

Arcêncio RA, Arakawa A, Oliveira MF, Cardozo-Gonzales RI, Scatena LM, Ruffi no-Netto A, et al. Barreiras econômicas na acessibilidade ao tratamento da tuberculose em Ribeirão Preto - São Paulo. Rev Esc Enferm USP. 2011; 45(5): 1121-7. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000500013

Boing AC, Bertoldi AD, Barros AJ, Posenato LG, Peres KG.Desigualdade socioeconômica nos gastos catastróficos em saúde no Brasil. Rev Saúde Pública. 2014; 48(4): 632-41. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2014048005111

Ukwaja KN, Alobu I, Igwenyi C. The high cost of free tuberculosis services: patient and household costs associated with tuberculosis care in Ebonyi State, Nigeria. PLoS One. 2013 8(8): e73134. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0073134

Rouzier VA, Oxlade O, Verduga R, Gresely L, Mensies D. Patient and family costs associated with tuberculosis, including multidrugresistant tuberculosis, in Ecuador. Int J Tuberc Lung Dis. 2010. 14(10): 1316-22.

Barter DM, Agboola SO, Murray MB, Bärnighausen T. Tuberculosis and poverty: the contribution of patient costs in sub-Saharan Africa – a systematic review. BMC Public Health. 2012; (12): 980. http://dx.doi.org/10.1186/1471-2458-12-980

Ayé R, Wyss K, Abdualimova H, Saidaliev S. Household costs of illness during different phases of tuberculosis treatment in Central Asia: a patient survey in Tajikistan. BMC Public Health. 2010; (10):10-8. http://dx.doi.org/10.1186/1471-2458-10-18

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Rio de Janeiro; 1999. http://www2.ibge.gov.br/pub

Costa JG, Santos AC, Rodrigues LC, Barreto ML, Roberts JA. Tuberculose em Salvador: custos para o sistema de saúde e para as famílias. Rev Saúde Pública. 2005; 39(1): 7. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000100016

Xu K, Evans DB, Kawabata K, Zeramdini R, Klavus J, Murray CJ. Household catastrophic health expenditure: a multicountry analysis. The Lancet. 2003; 362(9378): 111-7. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(03)13861-5

Ukwaja KN, Alobu I, Abimbola S, Hopewell PC. Household catastrophic payments for tuberculosis care in Nigeria: incidence, determinants, and policy implications for universal health coverage. Infectious Diseases of poverty. 2013; 17(2): 9. http://dx.doi.org/10.1186/2049-9957-2-21

Publicado
2018-09-05
Cómo citar
da Silva Ferreira, A. L., Vidal Nogueira, L. M., Moita Sá, A. M., & dos Santos Ozela, C. (2018). Custos da busca pelo diagnóstico da tuberculose: impacto na economia familiar. Revista Cuidarte, 9(3), 2400-12. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v9i3.536
Sección
Artículos de Investigación