Envolvimento com álcool, tabaco e outras substâncias por estudantes universitários

Palabras clave: Estudiantes, Comportamiento de Búsqueda de Drogas, Trastornos Relacionados con Sustancias

Resumen

Introdução: O presente estudo teve por objetivo identificar o quantitativo de estudantes em uma instituição de ensino superior no interior paulista que vivenciam o envolvimento com o álcool, o tabaco e ou outras substâncias, e avaliar a ocorrência e nível de dependência nos mesmos. Materiais e Métodos: Trata-se de extrato de uma pesquisa de levantamento, exploratória, descritiva, de abordagem quantitativa, realizada com 462 estudantes universitários. A coleta de dados se deu no decorrer do 3º trimestre de 2017, com aplicação de questionário semiestruturado, elaborado pelos autores e Questionário para Triagem do Uso de Álcool, Tabaco e Outras Substâncias. Os dados foram analisados com uso de análise estatística descritiva e de acordo com as instruções para aplicação do instrumento selecionado. A pesquisa foi submetida e aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: Os índices gerais de envolvimento e o tipo de drogas são: 140 (30%) para derivados do tabaco, 303 (66%) para bebidas alcoólicas, 89 (19%) para maconha, 32 (7%) para cocaína/crack, 24 (5%) para anfetaminas ou êxtase, 30 (7%) para inalantes, 45 (10%) para hipnóticos/sedativos, 36 (8%) para alucinógenos, e nove (2%) para opióides. Discussão: Houve envolvimento com todos os tipos de substâncias, associado a romantização quanto ao uso das mesmas no ambiente universitário e facilidade de acesso. Conclusões: O envolvimento de universitários com álcool, tabaco e outras substâncias é real e intenso. Além do envolvimento, o risco para dependência dessas substâncias se caracteriza como grande problema social e de saúde.

Biografía del autor/a

Daniel Augusto da Silva, Fundação Educacional do Município de Assis
Enfermeiro. Doutorando em Ciências (EPE/UNIFESP). Fundação Educacional do Município de Assis.
Ronaldo José Pereira Junior, Fundação Educacional do Município de Assis

Enfermeiro. Fundação Educacional do Município de Assis.

Carlos Fabiano Munir Gomes, Fundação Educacional do Município de Assis

Enfermeiro. Fundação Educacional do Município de Assis.

Josiane Viana Cardoso, Fundação Educacional do Município de Assis

Enfermeira. Fundação Educacional do Município de Assis.

Citas

World Health Organization. Global Health Risks. Genebra: World Health Organization; 2009.

Organización Panamericana de la Salud. Epidemiología del uso de drogas en América Latina y el Caribe: un enfoque de salud pública. Washington: OPAS; 2009.

Brasil, Presidência da República. Secretaria Nacional Antidrogas. II Levantamento Domiciliar sobre o uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil: estudo envolvendo as 108 maiores cidades do país. São Paulo: Universidade Federal de São Paulo, 2006.

Brasil, Ministério da Saúde. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Disponível em: http://datasus.saude.gov.br/

Brasil, Presidência da República. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. Integração de competências no desempenho da atividade judiciária com usuários e dependentes de drogas. Brasília: Ministério da Justiça, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, 2015.

Casique L, Muñoz TJ, Herrera JM. Estudio comparativo en el comportamiento anterior y actual del dependiente de alcohol en proceso de rehabilitación. Rev Cuid. 2015; 6(2): 1070-6. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v6i2.173

Organização Mundial da Saúde. Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento da CID-10 - Diretrizes Diagnósticas e de Tratamento para Transtornos Mentais em Cuidados Primários. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

Brasil. Presidência da República. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas em Universitários das 27 Capitais Brasileiras. Brasília: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, 2010.

Silva DA. A autoestima e o comportamento suicida em estudantes universitários: uma revisão da literatura. Revista Eletrônica Acervo Saúde. 2019; 23(Supl. 1): e422. https://doi.org/10.25248/reas.e422.2019

Quezada GFC, Paredes TD, Zanetti ACG, Ventura CAA. Consumo de drogas psicoactivas y factores de riesgo familiar en adolescentes. Rev Cuid. 2012; 3(1): 260-9. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v3i1.20

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466 de 12 de dezembro de 2012. Diário Oficial da União, 2013.

Henrique IFS, Micheli D, Lacerda RB, Lacerda LA, Formigoni MLOS. Validação da versão brasileira do teste de triagem do envolvimento com álcool, cigarro e outras substâncias (ASSIST). Rev Assoc Med Bras. 2004; 50(2): 199-206. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302004000200039

Fachini A, Furtado EF. Uso de álcool e expectativas do beber entre universitários: uma análise das diferenças entre os sexos. Psic.: Teor. e Pesq. 2013; 29(4): 421-8. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722013000400008

Pomini MC, Bordin D, Saliba NA, Moimaz SAS, Fadel CB. A influência da posição acadêmica sobre condutas de saúde em universitários. Revista da ABENO. 2018; 18(1): 74-83. http://doi.org/10.30979/rev.abeno.v18i1.395

Mendonça AKRH, Jesus CVF, Lima SO. Fatores associados ao consumo alcóolico de risco entre universitários da área da saúde. Rev. bras. educ. med. 2018; 42(1): 205-13. http://dx.doi.org/10.1590/1981-52712018v42n1RB20170096

Morales GA, Galera SAF, Reyes AT, Aguila SRG, Arroyo MLA, Castillo FAM. Factores de riesgo para el consumo de alcohol en adolescentes estudiantes. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. 2017; 13(1): 22-9. http://dx.doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v13i1p22-29

Antoniassi Júnior G, Meneses-Gaya C. O uso de droga associado ao comportamento de risco universitário. Saúde e Pesquisa. 2015; 8(Esp.): 09-17.

Eckschmidt F, Andrade AG, Oliveira LG. Comparação do uso de drogas entre universitários brasileiros, norte-americanos e jovens da população geral brasileira. J Bras Psiquiatr. 2013; 62(3): 199-207. http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852013000300004

Páez ANE, Solano SA, Durán MP, Mancilla D, Suarez E, Melgarejo P, et al. Prevalencia del consumo de sustancias psicoactivas en estudiantes universitarios de la salud y ciencias sociales. Rev Cuid. 2012; 3(1): 334-41. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v3i1.29

Dázio EMR, Zago MMF, Fava SMCL. Use of alcohol and other drugs among male university students and its meanings. Rev Esc Enferm USP. 2016; 50(5): 785-91. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000600011

Mejía AM, Armendáriz NAG, Alonso MMC, Oliva NNR. Calidad de amistad y consumo de alcohol en adolescentes de bachillerato. Rev Cuid. 2018; 9(3): 2369-78. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v9i3.551

Simões-Barbosa RH, Dantas-Berger SM. Abuso de drogas e transtornos alimentares entre mulheres: sintomas de um mal-estar de gênero? Cad. Saúde Pública. 2017; 33(1): e00120816. https://doi.org/10.1590/0102-311X00120816

United Nations. World Drug Report. United Nations publication; New York, 2014.

Ministério da Justiça, Brasil. Relatórios Estatísticos: analíticos do sistema prisional de cada Estado da Federação. In: InfoPen: Sistema Integrado de Informações Penitenciárias. Brasília: Ministério da Justiça, 2011.

Rodrigues AS, Oliveira JF, Suto CSS, Coutinho MPL, Paiva MS, Souza SS. Care for women involved with drugs: social representations of nurses. Rev Bras Enferm. 2017; 70(1): 65-72. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0339

Araújo EV. Comportamentos de risco em jovens universitários: consumo de substâncias psicoativas. Ponta Delgada. Dissertação [Mestrado em Psicologia da Educação] – Universidade dos Açores; 2015.

Monteiro LZ, Varela AR, Carneiro MLA, Alves LR, Góis RFG, Lima TB. Uso de tabaco e álcool entre acadêmicos da saúde. Rev Bras Promoç Saúde. 2018; 31(1): 1-9.

http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2018.6475

Rios PAA, Matos AM, Fernandes MH, Barbosa AR. Consumo e uso abusivo de bebidas alcóolicas em estudantes universitários do município de Jequié/BA. Rev. Saúde. Com. 2008; 4(2): 105-16.

Lima LMR, Gomide SJ, Farinha MG. Uso de drogas por universitários de cursos exclusivamente noturnos. Rev. Nufen: Phenom. Interd. 2015; 7(2): 99-136.

Imai FI, Coelho IZ, Bastos JL. Consumo excessivo de álcool, tabagismo e fatores associados em amostra representativa de graduandos da Universidade Federal de Santa Catarina, 2012: estudo transversal. Epidemiol. Serv. Saúde. 2014; 23(3): 435-46. http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742014000300006

Pelicioli M, Barelli C, Gonçalves CBC, Hahn SR, Scherer JI. Perfil do consumo de álcool e prática do beber pesado episódico entre universitários brasileiros da área da saúde. J Bras Psiquiatr. 2017; 66(3): 150-6. http://dx.doi.org/10.1590/0047-2085000000164

Souza J, Ornella KP, Almeida LY, Domingos SGA, Andrade LS, Zanetti ACG. Consumo de drogas e conhecimento sobre suas consequências entre estudantes de graduação em enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2018; 27(2): e5540016. http://dx.doi.org/10.1590/0104-070720180005540016

Silva DA. Uso do tabaco e dependência da nicotina entre universitários da área da saúde no interior de São Paulo. Nursing. 2019; 22(249): 2621-26.

Lima KHM, Silva CG, Mendes R. Drogas e álcool na universidade: proibições, silenciamentos e diálogos. Temas em Educação e Saúde. 2018; 14(1): 156-72. http://dx.doi.org/10.26673/rtes.v14.n1.2018.11302

Publicado
2019-07-08
Cómo citar
Silva, D. A. da, Pereira Junior, R. J., Gomes, C. F. M., & Cardoso, J. V. (2019). Envolvimento com álcool, tabaco e outras substâncias por estudantes universitários. Revista Cuidarte, 10(2). https://doi.org/10.15649/cuidarte.v10i2.641
Sección
Artículos de Investigación