Qualificação profissional de enfermeiros da atenção primária à saúde e hospitalar: um estudo comparativo

Palabras clave: Qualificação Profissional, Enfermeiros, Cuidados de Enfermagem, Educação em Enfermagem, Recursos Humanos de Enfermagem

Resumen

Objetivo: Identificar a participação de enfermeiros da atenção primária à saúde e hospitalar em cursos e atividades educativas para a sua qualificação profissional. Materiais e Métodos: trata-se de um estudo analítico transversal e descritivo, realizado em um hospital geral e nas unidades básicas de saúde, localizados em uma capital do nordeste brasileiro. Participaram da pesquisa 140 enfermeiros, no período de maio a setembro de 2014. Resultados: entre os participantes, 92,8% é do sexo feminino, 62,0% estava na faixa etária entre 40 a 59 anos, 67,8% é casada, e 92,3% que atuam nos dois locais do estudo possui pós-graduação lato sensu. A maioria dos enfermeiros que atuam nas Unidades básicas de Saúde relatou participar dos cursos e atividades educativas, no entanto, os que trabalham na área hospitalar tiveram uma participação menos expressiva. Conclusões: Os enfermeiros que participação das atividades educacionais afirmaram mudanças dentro do ambiente de trabalho, relacionadas à atitude e desempenho das técnicas.

Como citar este artigo:  Santos, Tâmyssa Simões; Bragagnollo, Gabriela Rodrigues; Tavares, Clodis Maria; Papaléo, Ledi Kauffmann; Carvalho, Lucyo Wagner Torres; Camargo, Rosangela Andrade Aukar . Qualificação profissional de enfermeiros da atenção primária à saúde e hospitalar: um estudo comparativo. Revista Cuidarte. 2020; 11(2): e786. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.786

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Tâmyssa Simões Santos, Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU. Maceió, Alagoas, Brasil

Mestre em Educação em Ciências e Saúde pelo Instituto Italiano de Rosário/Argentina (IUNIR/AR), revalidado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Docente do curso de enfermagem do Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU. Maceió, Alagoas, Brasil.

Gabriela Rodrigues Bragagnollo, Universidade de São Paulo

Mestre em Ciências da Saúde e Doutoranda pelo Departamento de Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil

Clodis Maria Tavares, Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Alagoas
Doutora em Ciências - EERP-USP. Enfermeira. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Alagoas. Pesquisadora do Grupo de Estudo Enfermagem Saúde e Sociedade - GEESS (CNPq). Maceió, Alagoas, Brasil.
Ledi Kauffmann Papaléo, Professora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Rio Grande do Sul, Brasil.
Doutora em Biomedicina - Universidade de León. Enfermeira. Professora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Rio Grande do Sul, Brasil.
Lucyo Wagner Torres Carvalho, Professor Adjunto da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL

Doutor em Ciências - Universidade Federal de Alagoas. Engenheiro Agrônomo. Professor Adjunto da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL. Alagoas, Brasil.

Rosangela Andrade Aukar Camargo, Docente no Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

Pós-Doutorado.Docente em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa no Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Citas

Costa SM, Prado MCM, Andrade TN, Araújo EPP, Junior WSS, Fílho ZGC, et al. Perfil do profissional de nível superior nas equipes da Estratégia Saúde da Família em Montes Claros. Minas Gerais, Brasil. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2013; 8(27):90-6. https://doi.org/10.5712/rbmfc8(27)530

Junior CFA, Borges-Andrade JE. Uso do conceito de aprendizagem em estudos relacionados ao trabalho e organizações. Paid (Ribeirão Preto). 2008; 18(40):221-34. https://doi.org/10.1590/S0103-863X2008000200002

Barbera OMC, Cecagno D, Seva LAM, Heckler SHC, López MMJ, Maciá SL. Academic training of nursing professionals and its relevance to the workplace. Rev Lat Am Enfermagem. 2015; 23(3):404-10. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0432.2569

Brehmer LCF, Ramos FRS. O modelo de atenção à saúde na formação em enfermagem: experiências e percepções. Interface - Comun Saúde, Educ. 2016;20(56):135-45. https://doi.org/10.1590/1807-57622015.0218

Portela GZ, Fehn AC, Ungerer RLS, Poz MRD. Recursos humanos em saúde: crise global e cooperação internacional. Cien Saude Colet. 2017;22(7):2237-46. https://doi.org/10.1590/1413-81232017227.02702017

Engstrom EM, Motta JI, Venâncio SA. A formação de profissionais na pós-graduação em saúde pública e atenção primária à saúde no município do Rio de Janeiro, Brasil. Cien Saude Colet. 2016; 21(5):1461-70. https://doi.org/10.1590/1413-81232015215.00632016

Poz MRD. A crise da força de trabalho em saúde. Cad Saude Publica. 2013;29(10):1924-6. https://doi.org/10.1590/0102-311XPE011013

Oliveira NA, Thofehrn MB, Cecagno D, Siqueira HCH, Porto AR. Specialization in nursing care projects: contributions in professional practice of those enrolled TT. Texto & Context - Enferm. 2009; 18(4):697-704. https://doi.org/10.1590/S0104-07072009000400011

Brasil. Lei De Diretrizes E Bases Da Educação Nacional [Internet]. Ldb N. Lei 9.394/1996. 2017. 1-2 p. Available from: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm

Bowie P, Skinner J, Wet C. Training health care professionals in root cause analysis: a cross-sectional study of post-training experiences, benefits and attitudes. BMC Health Serv Res. 2013; 13(1): 2-10. https://doi.org/10.1186/1472-6963-13-50

Trindade LDL, Ferraz L, Ferraboli SF, Rubini B, Saldanha CT, Bordignon M, et al. A formação profissional na orientação da assistência aos grupos vulneráveis na atenção básica. Rev Enferm da UFSM. 2015; 5(2):368-78. https://doi.org/10.5902/2179769213738

Silva CT, Souto VT, Roso CC, Terra MG. Educação permanente em saúde: percepção de profissionais de uma residência multidisciplinar. Rev Enferm da UFSM. 2014; 3(0):627-35. https://doi.org/10.5902/2179769211067

Souza NVDO, Gonçalves FGA, Pires AS, David HMSL. Influência do neoliberalismo na organização e processo de trabalho hospitalar de enfermagem Rev Bras Enferm. 2017;70(5):961-9.

Machado MH, Vieira ALS, Oliveira E. Construindo o perfil da enfermagem. Rev Of do Cons Fed Enferm. 2012;3(3):119-22. https://doi.org/10.21675/2357-707X.2012.v3.n3.294

Ramacciotti K, Valobra A. La profesionalización de la enfermería en Argentina: disputas políticas e institucionales durante el peronismo. Asclepio Rev la Med y la Cienc. 2010;62(2):353-74. https://doi.org/10.3989/asclepio.2010.v62.i2.471

Valenzuela-Suazo S, Sanhueza-Alvarado O. Gaining a Doctorate in Nursing in Chile: a path not without its difficulties. Rev Lat Am Enfermagem. 2015; 23(3):379-86. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0634.2568

Sarti TD, Lima RCD, Silva MZ, Maciel ELN. A institucionalização da avaliação na atenção básica: alguns aspectos para a construção de práticas democráticas no contexto da estratégia saúde da família. Rev Bras Pesqui em Saúde. 2008; 10(1):63-9.

Lima AF, Lopes LCS, Soane AMNC, Fortes AFA. Egressos de enfermagem: potencialidades no processo de formação profissional para inserção no mercado de trabalho Didactica I. Supervisão Supervisão. 2018;10(2):249-65. https://doi.org/10.34624/id.v9i4.715

Souza GRM, Cazola LHO, Oliveira SMVL. Work of family health strategy nurses in oncology care. Esc Anna Nery. 2017;21(4):1-8. https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2016-0380

Budziareck F, Pelotas F. Pós-graduações lato sensu da Faculdade de Enfermagem / UFPel : As atuais tendências do mercado econômico e as novas configurações do escola de enfermagem no país.2012.

Fernandes JD, Silva RMO, Silva ACP, Mota LSR, Cordeiro ALAO, Souza RSA. Profile of nursing specialization courses in the city of Salvador, Bahia, Brazil. Rev baiana enferm. 2017;31(2):1-7. DOI 10.18471/rbe.v31i2.16660

Gozzi MP, Kenski VM. Cursos online de especialização na estrutura da pós-graduação no Brasil. Eccos Rev. 2016; 39:87-100. https://doi.org/10.5585/eccos.n39.3579

Pissaia LF, Quartieri MT, Amado NMP, Carreira SPG, Rehfeldt MJH, Costa AEK. Metodologia de problematização como processo avaliativo em um curso profissionalizante na área da saúde. Rev. Sustinere. 2017; 5(2): 279-85. https://doi.org/10.12957/sustinere.2017.30285

Ribeiro A, Oliveira M, Vilela RB. Contribuições do Mestrado Profissional em Ensino na Saúde na Trajetória Profissional de seus Egressos: uma visão qualitativa. Ciaiq. 2017; 1(0):17-25.

Següel PF, Valenzuela SS, Sanhueza AO. El Trabajo Del Profesional De Enfermería: Revisión De La Literatura. Cienc y enfermería. 2015; 21(2):11-20. https://doi.org/10.4067/S0717-95532015000200002

Cassiani SHDB, Wilson LL, Mikael SSE, Peña LM, Grajales RAZ, McCreary LL, et al. The situation of nursing education in Latin America and the Caribbean towards universal health. Rev Lat Am Enfermagem. 2017; 25:e2913. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2232.2913

Silva R. Pós-graduação e a pesquisa em enfermagem na América Latina: avanços e desafios. Rev Cuid. 2015;6(2):1019-21. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v6i2.307

Godoy SCB, Guimarães EMP, Assis DSS. Evaluation of the training of nurses in basic health units through telenfermagem. Esc Anna Nery - Rev Enferm. 2014;18(1):148-55. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20140022

Soares AN, Souza V, Santos FBO, Carneiro ACLL, Gazzinelli MF. Educativas na Atenção Primária e formação em Enfermagem Health Education Device: Reflections on Educational Practices in Primary Care and Nursing Training. Texto & Contexto – Enfermagem. 2017; 26(3):1-9. https://doi.org/10.1590/0104-07072017000260016

Citoula PC, Ilha S, Stein BD. Permanent education in health in an intensive care unit: the perception of the nurses. Rev Pesqui Cuid é Fundam Online. 2015;7(1):2001. https://doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.2001-2010

Silva R. Pós-graduação e a pesquisa em enfermagem na América Latina: avanços e desafios. Rev Cuid. 2015; 6(2): 1019-21. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v6i2.307

Barth PO, Aires M, Santos JLG, Ramos FRS. Educação permanente em saúde: concepções e práticas de enfermeiros de unidades básicas de saúde. Rev Eletrônica Enferm. 2014;16(3):604-11. https://doi.org/10.5216/ree.v16i3.22020

Shamian J. El papel de la enfermería en la atención sanitaria. Rev. Bras Enferm. 2014;67(6):871-2. http://www.scielo.br/pdf/reben/v67n6/es_0034-7167-reben-67-06-0867.pdf

Campos KFC, Sena RR, Silva KL. Permanent professional education in healthcare services. Esc Anna Nery. 2017;21(4):1-10. https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2016-0317

Hetti LB, Bernardes A, Gabriel CS, Fortuna CM, Maziero VG. Educação Permanente e Educação Continuada como Estratégia de Gestão em um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Rev eletrônica Enferm. 2013;15(4):973-82. https://doi.org/10.5216/ree.v15i4.24405

Publicado
2020-05-01
Cómo citar
1.
Santos TS, Bragagnollo GR, Tavares CM, Papaléo LK, Carvalho LWT, Camargo RAA. Qualificação profissional de enfermeiros da atenção primária à saúde e hospitalar: um estudo comparativo . Rev Cuid [Internet]. 1 de mayo de 2020 [citado 30 de septiembre de 2020];11(2). Disponible en: https://revistacuidarte.udes.edu.co/index.php/cuidarte/article/view/786
Sección
Artículos de Investigación